O Limite do DegoLar

Um conto criado dentro das histórias vivenciadas no Projeto M.E.D.O.

Escrito por: Lince
Personagem: NPC´s (Condutor de Trama)
Criatura: Todas
Clã: Todos
Seita: Todos

O percurso é inviável de ser feito em meia-hora. O Sol está para nascer. O Bando sabe disso o que valoriza as Apostas.

- Temos um problema, e você foi escolhido pra lidar com este, Pivete.

- Eu não tenho que aceitar Porra nenhuma de você.

- Claro, podemos testar o seu Limite, chegar ao fim da sua validade agora. Quer descobrir?

- Heh, Limite sendo Limite. - um terceiro diz.

- Limite, ouve o que o Cara tem a dizer, tu não precisa morrer agora. Prossiga Ductus. - Um deles tenta apaziguar.

- Seguinte Pessoal. Chegou a mim, que tem um ponto quente na cidade agora. Que quem tava segurando as rédeas do local, não foi capaz de manter. E como é do interesse do Clero, esse lugar tem de continuar nosso, da Espada de Caim. Duvida até aqui? Não?

Silêncio na sala.

- Como eu tenho coisa mais importante pra fazer. Assim como a maioria aqui do Bando. Ta ai a oportunidade de testar se o Limite de validade vai passar.

- Heh, Limite. - o terceiro diz novamente.

- As apostas tem início em 10 minutos. Parabéns LIMITE. Você viveu mais uma noite. Enquanto Você ficar quietinho, eu vou optar por deixar Você viver e ir.

O ductus grita pra o apaziguador.

- Ei! Clérigo de Merda, faz o que tu tem de fazer pra o Pivete ir. Faz sua função logo!

O apaziguador faz um rito de despedida, breve.

- Ai Limite. Se deu mau! Esse rascunho de Sacerdote demorou de mais, se tem meia-hora pra chegar nesse endereço. - Taca um papel amassado no Garoto.

O Garoto tem a cara acertada pelo papel. Risadas se espalham no ambiente. Alguns apontam e gargalham.

- E é bom tu sair rápido, o Sol nasce para todos, mas hoje especialmente pra Você, Limite.

O Apaziguador, pega o papel no chão. Entrega para o Garoto. Ele nota raiva no Pequeno, e o esforço para não chorar.

Ele pega a mão do Garoto, põe o papel após desamassar.

- Ei, Limite - fala baixo, olhando nos olhos - Lembra do que o Siryo Forel ensina a Arya, "O que se diz quando o Deus da Morte aparece".

O Garoto olha pro Sacerdote, e relaxa um pouco os músculos.

- "Not Today".

- Agora vai. - Da um tapinha no ombro do Garoto, aponta para a porta.

Seguindo a orientação, ele sai e começa a correr. Ainda a tempo de ouvir.

- E QUE COMECE AS APOSTAS! - o Ductus grita.

Risadas e apostas vão sumindo conforme Limite corre.

O percurso é inviável de ser feito em meia-hora. O Sol está para nascer. O Bando sabe disso o que valoriza as Apostas.

...

É manhã, quando as portas do DegoLar são abertas com Violência.

O Garoto entra, quase em chamas. Fecha o portão o mais rápido que consegue, tentando ignorar a Dor do queimar.

Com o portão fechado, corre pra uma das estruturas.

Pegando fogo ele se lança contra a primeira porta que vê para um local coberto. Dentro, começa a rolar na tentativa de se apagar.

Ele para após rolar pelo chão e escadas.

Volta a ter alguma consciência ao perceber quando não há mais chamas. Deixando rastros de dor pelo corpo chamuscado.

Encolhe-se em posição Fetal. Convencendo-se que assim ajuda a aliviar.

Em poucos segundos pega no Sono. Exausto.

...

Se fosse um filme, a Câmera focada no Garoto Encolhido, iria dar um 'Zoom out', ao som de "Chara, por MandoPony".

"I´ve walked 100 miles down a broken road".

O corpo ficando pequeno, conforme a Gigante Sala do Tribunal vem a aparecer no quadro.

"and in my mind i carry such a heavy load"

"the voices in my head i think are not my own"

O corpo a poucos metros da Casca de Neikea. Entre marcas de tiros e violência.

"but i will reap the seeds that my hands have sown"

"my thoughts are dark and red"

Sons 'fantasma' dos conflitos no Tribunal, aos poucos ficam mais nítidos, junto ao Fade out da câmera.

"and i am stained inside"

"if i stop now, there´d be nowhere for me to hide"

"from the sins i feel crawling on my back"

"you can´t save a soul..."  

A câmera negra, opaca. O fim dos sons, com um baixo sussurro "Say my Name / Clame meu Nome".

...

https://www.youtube.com/watch?v=QM3hpHE28hw